Eu tinha um compromisso importante a 12km de casa e o calor tava de matar (boladefogo.mp3), mas né, quem disse que eu pensei em ir de outro jeito senão pedalando. Em dias como este, pode até dar aquela vontadezinha de abandonar a magrela, mas tem jeito para tudo.

Desta vez, resolvi indo cedo e com outra roupa. Como a reunião era num restaurante que adoro, decidi ir antes – o que significava sair de casa perto do meio dia – e almoçar por lá mesmo. Assim, dava tempo de parar de suar e ficar diva para a reunião.

DCIM101GOPRO
Saindo de casa num vibe esporte-rayo-laser

O look-do-dia para pedalar não era nada glamour, mas super útil para sofrer menos: camiseta branca e de manga comprida, para proteger a pele do sol, shortinho, lenço e tênis. Não ligo muito de torrar as pernas, que já estão mais bronzeadas e sofrem menos, mas os braços, o colo e as costas precisam de um cuidado extra, porque a pele exposta só com o protetor solar num-guenta em um sol de meio dia. Levei também duas garrafas congeladas de água, para ficar bem hidratada até lá.

pedal-glamour-lenco-01

Ah, o lencinho amigo também é útil para dar uma segurada no suor que acumula com o combo capacete + cabelo. Não tem nenhum grande segredo: faço um rabo baixo para não atrapalhar, amarro o lenço e vambora. Assim, além de segurar o suor, ainda protege um pouco o pescoço do sol e deixa o capacete mais confortável.

DCIM101GOPRO
40 minutos depois, voilá!

Chegando lá, pude descansar na sombra e beber o resto da água que estava geladinha (lembra que ela saiu de casa congelada?).

Para não fazer a linha indo-para-a-academia na reunião, fiz uma sacolinha com uma blusa, uma saia, uma bolsinha e outro sapato, que foram dentro do alforje. O lencinho, que antes ajudou no trajeto, virou acessório, com a diferença que coloco o laço para cima e prendo o cabelo em um coque alto.

DCIM101GOPRO
em linda pose (chora gisele / sqn) depois de trocar de roupa e me secar

É bom levar uma toalha de mão, para secar o excesso de suor e colaborar para o corpo ficar sequinho logo. Lá tinha banheiro, mas esta roupa dava para trocar em qualquer lugar, colocando a saia por cima do shortinho e ficando de top (uh-la-la) para trocar de blusa. Eu faço isto sempre, mas vai de cada um.

Se você ficou em dúvida sobre como levar as coisas de bicicleta,  saiba mais aqui.

DCIM101GOPRO
A Aldeia Indigo é um ambiente muito acolhedor para ciclistas: tem um paraciclo bem na frente, mas ninguém se incomoda se você colocar a sua bicicleta na sombra ou próximo de você.
DCIM101GOPRO
Além de uma comida orgânica e deliciosa, a Aldeia Indigo fica bem na frente da ciclofaixa da Pequeno Príncipe. É bem fácil chegar de bicicleta para quem mora no Sul da Ilha.

Depois disto, foi só curtir o almoço delicioso no Aldeia Indigo e esperar começar a reunião do Caule Converte. Ah, já vou deixar para você a programação do evento, que será LINDO.

caule-programacao
Quero todo mundo lá, hein 🙂

 

E aí, curtiu a ideia de fazer este trajeto de bicicleta? Então pre-pa-ra porque no dia do evento (5, quinta) nós vamos fazer um bonde do Pedal Glamour para você ir pedalando também. A saída será na reitoria da UFSC às 18h10, em ritmo bem tranquilo. Confira o convite completo aqui🙂

Todas as fotos são do Vinícius Leyser da Rosa – que, por sinal, vai expor suas fotos de viagem de bicicleta na próxima sexta no Garupa. Você está super convidado. 

2 Comentários

  1. Pingback: Caule Converte 2015

  2. Pingback: Dá um tempo: 8 dicas para divar de bike no calor

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *